A ilusão do tempo

Publicado no Dama de Copas, set/2018

Quanto vale o seu tempo? O que É o tempo? Da para lutar contra o tempo? Se você pudesse se fechar numa caixa, fugir dos seus problemas e só sair (do mesmo jeitinho que você entrou) quando os problemas passassem, você faria isso??

Conheça a pequena Vitória e seus pais. Eles vivem em um momento onde as coisas não vão nada bem e os economistas preveem uma grave crise econômica, o fim do mundo!! Para “resolver o problema”, as pessoas podem comprar caixas do tempo, se fecharem lá dentro, e só saírem quando a crise passasse. E é isso que a família de Vitória e todo o resto do mundo faz! Cada um entra em sua caixa e programa para que ela se abra quando dias melhores chegarem.

Mas, por algum motivo, a caixa de Vitória se abre antes da hora e ela vê que sua casa está completamente diferente: cercada por plantas e animais, foi consumida pelo tempo e apesar da menina chamar pelos pais e tentar abrir a caixa deles, nada acontece.

E assim ela conhece Marcos, um menininho tão perdido quanto ela, que a leva para onde estão outras crianças com o mesmo problema. Lá, cuidando dos pequenos, está Rosa, uma senhora que parece ser a única adulta que sobrou fora da caixa do tempo, e que diz ter encontrado um jeito de salvar o mundo e despertar a todos, mas para isso, vai precisar da ajuda das crianças e que elas escutem uma história.

E então, a partir do segundo capítulo, como em um conto de fadas, Rosa narra a história da Princesa de Pangeia, Obsidiana, e seu pai, o Rei Dimon, em sua luta para conquistar o mundo e o tempo.

Uma leitura surpreendente, A Ilusão do Tempo ganhou meu coração!! Livro delicioso, uma história de amor e amizade, que faz a gente pensar no que é importante na vida, no que fazemos com o nosso tempo, no que é tempo perdido e no que é tempo guardado. Recomendo muito.

Publicado em dez/2017 para Dama de Copas

Demorei para criar coragem de comprá-lo, com medo de ser maçante e eu querer parar a leitura no meio. Mas não foi isso o que aconteceu! A nova biografia do Leonardo da Vinci, escrito pelo historiador Walter Isaacson (autor de várias biografias, todas super conceituadas) está incrível!! Se você gosta de história, arte e – por que não, romance – não tem como não curtir esse livro.

A história sobre o menino que nasceu de uma relação fora do casamento numa cidadezinha italiana do século XV e, sem ter nenhum acesso a uma educação de nível, se tornou um dos maiores gênios da história da arte.

O livro conta sobre sua infância na cidade toscana de Vinci. Começou como um simples aprendiz e desde o início chamava a atenção com seu perfeccionismo, sua paciência, sua capacidade de observação e talento. Ele não só pintava mas também tinha um pé nas ciências! Nutria uma paixão por estudar o vôo dos pássaros, e assim projetou máquinas voadoras, roupas de mergulho e sistemas de drenagem… retratava detalhes da anatomia humana de forma única.

O autor explica sua obra, traz muitas imagens e escreve de maneira leve, com MUITA informação e riqueza de detalhes. Tudo baseado nos cadernos que o próprio Leonardo deixou – e em outras biografias sobre ele.

Além da vida do artista, o autor nos brinda com casos calientes de sumiços de suas obras, todos dignos de um filme de suspense policial! De quadros que ficaram desaparecidos por centenas de anos e depois vieram a reaparecer. Além de trazer casos maravilhosos de obras que os maiores peritos em arte, até hoje, não sabem afirmar com certeza se são da autoria de Leonardo ou não.

Uma leitura riquíssima, que vai transformar o seu conceito de arte, pintura, história e ciência com muita leveza e delicadeza.

A luz que perdemos

publicado em junho/2018 para Dama de Copas

Lucy e Gabe são estudantes da faculdade de Columbia, em Nova York, e se conhecem no fatídico dia 11 de setembro. Numa data que mudou a vida de todos para sempre, a deles não foi diferente. A partir desse dia, eles tomam para si a decisão de fazer a diferença no mundo. Ter uma vida que signifique algo.

Pouco tempo depois eles começam a namorar e relacionamento deles é muito apaixonado, forte e intenso. Mas existe um problema: Tanto Luce quanto Gabe tem sonhos que não combinam. Esses sonhos não podem se realizar juntos. Então eles precisam escolher: continuar o relacionamento ou se separar e seguir seus sonhos?

A história é narrada pela Lucy, como se ela tivesse contando essa história treze anos depois. E ela vai falando sobre as escolhas dos dois, e a vida que cada um foi levando. E a pergunta que paira no ar o tempo todo é: Será que eu teria sido mais feliz se eu tivesse feito outra escolha? Esse “Será que” permeia o livro todo. O amor não vivido, e não posto a prova. Como se sobrevive a ele?

A Luz que Perdemos é um livro sobre escolhas. Um livro sobre decisões a serem tomadas e das consequências que essas decisões trazem ao longo da vida. Um livro muito forte e com muito sentimento. A própria autora Jill Santopolo o escreveu depois de um rompimento conturbado, e dá para sentir exatamente o que ela estava sentindo.

Recomendo muito.

Paris para um

Publicado em Dama de Copas, maio/2017

Que tal um livro super gostoso de ler para as férias que estão chegando? Escrito pela Jojo Moyes, autora que já tem vários livros publicados aqui no Brasil e inclusive teve um dos seus livros transformados num sucesso de bilheteria, o Como Eu Era Antes de Você (já leram/assistiram né?!)

O “Paris para um” é um livro de contos, que traz dez histórias deliciosas sobre os mais variados temas do universo feminino, desde crises no casamento, questões financeiras, problemas fashionistas, dilemas de carreira, conflitos internos, passando por auto estima, maternidade, inseguranças, enfim… Gostei muito desse formato de contos, é raro achar livros de contos que sigam a linha “chick-lit” – literatura leve, bem humorada, voltada para mulheres que querem se divertir. São 10 contos, e você pode ler eles aleatoriamente.

A cada história somos apresentadas a uma nova protagonista, que é sempre uma mulher forte, independente, ousada, e muito muito real, e que está metida nas mais hilárias situações – que algumas vezes chegam a ser cômicas!! Por exemplo, imagina se, saindo da academia para ir trabalhar, você se dá conta que pegaram por engano a sua bolsa com a troca de roupa? Ou se você encontra um celular na rua, resolve dar aquela fuçada básica e encontra algo que não devia? Já pensou se na sua lua de mel você encontra ninguém menos que aquela ex do marido que acha que sabe tudo sobre ele??

A maioria dos contos são bem curtinhos, não chegam a 10 páginas, mas mesmo nesses textos rápidos a autora consegue fazer a gente entrar no universo da personagem e logo se ver completamente envolvida por ele.

Leitura leve, rápida e muito gostosa, ideal para ler depois de um dia cheio, no sofá, na cama, na sala de espera, na fila do supermercado, no trânsito voltando pra casa… Espero que gostem!

Screen Shot 2019-10-30 at 5.03.52 PM