A luz que perdemos

publicado em junho/2018 para Dama de Copas

Lucy e Gabe são estudantes da faculdade de Columbia, em Nova York, e se conhecem no fatídico dia 11 de setembro. Numa data que mudou a vida de todos para sempre, a deles não foi diferente. A partir desse dia, eles tomam para si a decisão de fazer a diferença no mundo. Ter uma vida que signifique algo.

Pouco tempo depois eles começam a namorar e relacionamento deles é muito apaixonado, forte e intenso. Mas existe um problema: Tanto Luce quanto Gabe tem sonhos que não combinam. Esses sonhos não podem se realizar juntos. Então eles precisam escolher: continuar o relacionamento ou se separar e seguir seus sonhos?

A história é narrada pela Lucy, como se ela tivesse contando essa história treze anos depois. E ela vai falando sobre as escolhas dos dois, e a vida que cada um foi levando. E a pergunta que paira no ar o tempo todo é: Será que eu teria sido mais feliz se eu tivesse feito outra escolha? Esse “Será que” permeia o livro todo. O amor não vivido, e não posto a prova. Como se sobrevive a ele?

A Luz que Perdemos é um livro sobre escolhas. Um livro sobre decisões a serem tomadas e das consequências que essas decisões trazem ao longo da vida. Um livro muito forte e com muito sentimento. A própria autora Jill Santopolo o escreveu depois de um rompimento conturbado, e dá para sentir exatamente o que ela estava sentindo.

Recomendo muito.

Paris para um

Publicado em Dama de Copas, maio/2017

Que tal um livro super gostoso de ler para as férias que estão chegando? Escrito pela Jojo Moyes, autora que já tem vários livros publicados aqui no Brasil e inclusive teve um dos seus livros transformados num sucesso de bilheteria, o Como Eu Era Antes de Você (já leram/assistiram né?!)

O “Paris para um” é um livro de contos, que traz dez histórias deliciosas sobre os mais variados temas do universo feminino, desde crises no casamento, questões financeiras, problemas fashionistas, dilemas de carreira, conflitos internos, passando por auto estima, maternidade, inseguranças, enfim… Gostei muito desse formato de contos, é raro achar livros de contos que sigam a linha “chick-lit” – literatura leve, bem humorada, voltada para mulheres que querem se divertir. São 10 contos, e você pode ler eles aleatoriamente.

A cada história somos apresentadas a uma nova protagonista, que é sempre uma mulher forte, independente, ousada, e muito muito real, e que está metida nas mais hilárias situações – que algumas vezes chegam a ser cômicas!! Por exemplo, imagina se, saindo da academia para ir trabalhar, você se dá conta que pegaram por engano a sua bolsa com a troca de roupa? Ou se você encontra um celular na rua, resolve dar aquela fuçada básica e encontra algo que não devia? Já pensou se na sua lua de mel você encontra ninguém menos que aquela ex do marido que acha que sabe tudo sobre ele??

A maioria dos contos são bem curtinhos, não chegam a 10 páginas, mas mesmo nesses textos rápidos a autora consegue fazer a gente entrar no universo da personagem e logo se ver completamente envolvida por ele.

Leitura leve, rápida e muito gostosa, ideal para ler depois de um dia cheio, no sofá, na cama, na sala de espera, na fila do supermercado, no trânsito voltando pra casa… Espero que gostem!

Screen Shot 2019-10-30 at 5.03.52 PM